Nasceu em Fão, Portugal, em 1941, vive e trabalha no Rio de Janeiro desde 1959. Sua formação inclui passagem pela Escola Nacional de Belas Artes entre 1963 e 1964, e pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FAU/UFRJ), entre 1965 e 1969, onde se graduou. Atuou como arquiteto até 1976.

Começou a desenvolver seu trabalho artístico a partir de 1966 ainda na FAU e posteriormente em paralelo com a prática de arquiteto. Neste mesmo ano, exibiu pela primeira vez seus trabalhos ao público, no I Salão de Abril no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. São deste período as caixas, cubos de madeira sobre as quais o espectador pode movimentar quadrados de diferentes tamanhos, formando desenhos variados.

A relação entre escultura, arquitetura, matemática e filosofia fixou-se como questão central do seu trabalho durante toda a década de 1970. Neste período, a partir de módulos de ripas de madeira pintadas de branco e um eixo, desenvolveu progressões em torções verticais e horizontais, explorando a questão da luz e sombra.

Na década de 1980, com os relevos e esculturas Fitangulares, interessou-se pela madeira crua, passando a explorar as cores naturais da madeira de diferentes espécies (cedro, mogno, pau marfim, ipê, freijó, etc). Já no final dos anos 1980 surgiram as primeiras Piramidais de madeira.

Nos anos 1990, a questão das grandes dimensões e o espaço público tornaram-se uma preocupação central para Ascânio e as pesquisas com perfis de alumínio se intensificaram. O alumínio tornou-se então a base para a criação de novos trabalhos, sempre utilizando o módulo. As esculturas desta fase caracterizam-se pelos tubos retangulares de alumínio cortados, que geram esculturas de grandes dimensões com vazios internos e sucessões de transparências e opacidades, tornando-as quase imateriais conforme a posição do espectador.

Nos anos 2000, desenvolve os Flexos e Qualas. Nos primeiros, os parafusos que eram usados nas Piramidais foram substituídos por arames de aço inoxidável amarrando os tubos quadrados cortados com um centímetro, e gerando tramas flexíveis. Nos Qualas, a amarração de arame foi substituída por argolas, resultando em uma trama “que se atravessa pelo olhar, pela luz e pelo vento”.

Na década 2010, com os Quasos, mantém seu interesse pelas possibilidades do alumínio, e passa a inverter a lógica convencional do uso dos parafusos de tamanhos variados. Estes trabalhos oferecem torções e flexões resultantes da desconstrução da malha geométrica construída, introduzindo a questão da imprevisibilidade nos seus trabalhos. A cor voltou a ser usada mas de forma sutil.

A produção artística de Ascânio foi objeto de estudo e análise crítica por Paulo Herkenhoff no livro Ascânio MMM: Poética da Razão (BE? Editora, 2012). Em 2005 foi publicado o livro Ascânio MMM (Editora Andrea Jakobsson, 2005), com textos de Paulo Sergio Duarte, Lauro Cavalcanti, Fernando Cocchiarale e Marcio Doctors.

ler mais >

 

Quacors 26, 2021

alumínio e parafusos

183 x 183 x 2,3 cm

Quacors 28, 2021

alumínio e parafusos

120 x 120 x 2,3 cm

Prisma 7, 2021

alumínio e parafusos

204 x 264 x 66 cm

Quacors 32, 2021

alumínio e parafusos

95 x 184 x 2,3 cm

Quacors 16, 2021

alumínio e parafusos de aço inox

120 x 120 x 2 cm

Quacors 23, 2021

alumínio e parafusos

75 x 75 x 2 cm

Sem titulo, 1977

madeira Pintada

188 x 87 x 46

Triangulares 3, 1969/2010

madeira pintada

167 x 56 x 12 cm

Escultura 11, 1978/2001

madeira pintada

220 x 90 x 45 cm

Quasos 10, 2015

alumínio e parafusos

192 x 205 x 45 cm

Biografia

 
1941
Nasceu em Fão, Portugal
 
Formação
1970
Formou-se em Arquitetura na UFRJ
 
Exposições Individuais
2021
Quacors e Prismas 2021, Simões de Assis, Curitiba
2020
Quacors e Prismas, Galeria 111, Lisboa
2019
Prisma e Quacors, curadoria de Guilherme Wiskik, Casa Triângulo, São Paulo
2016
Ascânio MMM, Simões de Assis Galeria de Arte, Curitiba
Ascânio MMM: As medidas dos corpos, Casa Triângulo, São Paulo
2015
Flexos e Quasos, AM Galeria, Belo Horizonte
2014
Quasos, Galeria Márcia Barrozo do Amaral, Rio de Janeiro
2008
Flexos e Qualas, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2005
Dan Galeria, São Paulo
1999
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Galeria Coletânea, Rio de Janeiro
1997
Atelier Finep, Paço Imperial, Rio de Janeiro
1996
MASP- Museu de Arte de São Paulo, São Paulo
1995
Galeria 111, Lisboa, Portugal
1994
Palácio das Artes, Belo Horizonte
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Galeria AM, Belo Horizonte
1991
Subdistrito Comercial de Arte, São Paulo
1990
Galeria Zen, Porto, Portugal
1989
Galeria 111, Lisboa, Portugal
Instituto de Arquitetos do Brasil, Rio de Janeiro
1986
Petite Galerie, Rio de Janeiro
1984
Retrato e Autorretrato da Arte Brasileira – Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1981
Galeria Paulo Klabin, Rio de Janeiro
1976
Galeria Arte Global, São Paulo
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1972
Galeria Grupo B, Rio de Janeiro
1966
Galeria Celina, Rio de Janeiro
 
Exposições Coletivas
2015
Sotto Voce, Dominique Lévy Gallery, Londres, Reino Unido
2014
Cromofobia, Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires, Argentina
Abstrações na Coleção Fundação Edson Queiroz e Coleção Roberto Marinho, Fortaleza
Vontade Construtiva na Coleção Fadel, Museu de Arte Moderna, São Paulo
Encontro dos Mundos, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
50 Anos da Galeria 111, Lisboa, Portugal
2013
Vontade Construtiva na Coleção Fadel, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
O Abrigo e o Terreno: Arte e Sociedade no Brasil I, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
Mitologias por Procuração, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
2012
Geometria da Transformação – Arte Construtiva Brasileira na Coleção Fadel, Museu Nacional da Esplanada dos Ministérios, Brasília
From the Margin to the Edge, Somerset House, Londres, Reino Unido
2011
Vieira da Silva/Arpad Szenes e a ruptura do espaço na arte brasileira, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo
Gigante por la própria naturaleza, Instituto Valenciano de Arte Moderno, Valência, Espanha
2008
Arte Contemporânea e Patrimônio, Paço Imperial, Rio de Janeiro
Lá Fora, Museu da Presidência da República, Viana do Castelo, Portugal
Cor e Forma, Simões de Assis Galeria de Arte, Curitiba
Panorama dos Panoramas, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
MAM 60 Anos, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2007
Arte como Questão - Anos 70, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo Poética da Percepção, Espaço Cultural Vivo, São Paulo
2006
Homo Ludens, Do Faz de Conta à Vertigem, Instituto Itaú Cultural, São Paulo
Arte Concreta e Neoconcreta, da Construção à Desconstrução, Dan Galeria, São Paulo
2005
Rio Concreto, Galeria Theodor Lindner, Rio de Janeiro
Chroma, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2002
Caminhos do Contemporâneo: 1952/2002, Paço Imperial, Rio de Janeiro
2000
Novas aquisições / Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
IBEU / Sessenta Anos de Arte, Galeria do IBEU, Rio de Janeiro
Situações: Arte Brasileira – Anos 70, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro
1997
I Bienal do Mercosul, Porto Alegre
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Instituto Cultural Itaú, São Paulo
1996
Projeto Eventos Especiais - 3 Dimensões, Galeria Sérgio Milliet, Rio de Janeiro
Arte e Espaço Urbano – Quinze Propostas, Palácio Itamaraty, Brasília
1994
1ª Exposição Comemorativa dos 30 Anos da Galeria, Galeria 111, Lisboa, Portugal
1992
Arte Brasileira na Coleção: Anos 70/90, MAC - Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
Escultura Só, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1989
I Fórum de Arte Contemporânea, Fórum Picoas, Lisboa, Portugal
Geometria Sem Manifesto, Cleide Wanderley Gabinete de Arte, Rio de Janeiro
1988
Uma Escultura para o Mar de Angra, Escola de Artes Visuais, Rio de Janeiro
1987
Ao Colecionador, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1986
Depoimento de Uma Geração 1969/1970, Galeria Banerj, Rio de Janeiro
1ª Exposição Internacional de Esculturas Efêmeras, Fundação Demócrito Rocha, Fortaleza
1985
Uma Questão de Ordem, Galeria da UFF, Niterói
Panorama da Arte Atual Brasileira – Formas Tridimensionais, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1984
Madeira Matéria de Arte, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Portrait of Country – Brazilian Modern Art From Gilberto Chateaubriand Collection, Barbican Center, Londres, Reino Unido
1982
100 Anos de Escultura no Brasil, MASP - Museu de Arte de São Paulo, São Paulo
60 anos de Arte Moderna – Coleção Gilberto Chateaubriand, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal
1981
Do Moderno ao Contemporâneo - Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1979
XV Bienal de São Paulo
1978
I Salão Nacional de Artes Plásticas, MEC, Rio de Janeiro
O Objeto na Arte: Brasil Anos 60, Museu da FAAP, São Paulo
1977
Encontro Nacional de Escultores, Secretaria de Cultura, Ouro Preto
1975
VII Panorama de Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1973
XXII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
IV Salão de Arte Contemporânea, Belo Horizonte
O Rosto e a Obra, Galeria Grupo B, Rio de Janeiro
1972
Protótipos & Múltiplos, Petite Galerie, Rio de Janeiro
IV Panorama da Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
Exposição de Múltiplos, Múltipla Galeria, São Paulo
Arte/Brasil/Hoje: 50 anos, Galeria Collectio, São Paulo
1971
XX Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
I Salão Eletrobrás, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1970
XIX Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
VIII Resumo JB, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
II Salão Nacional de Arte Contemporânea, Belo Horizonte
II Panorama de Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1969
XVII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
Pré-Bienal de Paris, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Salão da Bússola, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1968
II Salão ESSO, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
XVII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
II Bienal da Bahia, Salvador
XV Salão Paranaense, Curitiba
1967
XVI Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
IX Bienal de São Paulo
1966
I Salão Abril, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
XV Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
III Salão de Arte Moderna do Distrito Federal, Brasília
 
Premiações
1978
Prêmio Viagem ao exterior, I Salão Nacional de Artes Plásticas, MEC, Rio de Janeiro
1972
Grande Prêmio para Escultura, IV Panorama da Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1971
Prêmio de Aquisição, I Salão da Eletrobrás, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1970
Prêmio de Aquisição, XIX Salão Nacional de Arte Moderna, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1969
Prêmio de Aquisição, Salão da Bússola, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
 
Coleções
Escultura Pública | Edifício Matarazzo, São Paulo, Brasil
Escultura Pública | Jardim da Luz, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil
Escultura Pública | Culturgest, Lisboa, Portugal
Escultura Pública | Largo do Cortinhal, Fão, Portugal
Escultura Pública | Centro Empresarial Rio, Rio de Janeiro, Brasil
Escultura Pública | Edifício Nissin, Tóquio, Japão
Caixa Geral de Depósitos, Lisboa, Portugal
Fundação Edson Queiroz, Fortaleza, Brasil
Itaú Cultural, São Paulo, Brasil
MASP - Museu De Arte De São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo, Brasil
MON - Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
Escultura Pública | Edifício Sede da GlaxoSmithKline, Rio de Janeiro, Brasil
Escultura Pública | Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Brasil
MACBA - Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires, Argentina
MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil
MARGS - Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil
MAC - Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Brasil
MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil
Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil

São Paulo

rua sarandi 113 A jardins
01414-010 são paulo sp

+55 11 3062-8980

info@simoesdeassis.com


aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.



Curitiba

al. carlos de carvalho 2173 A batel
80730-200 curitiba pr

+55 41 3232-2315

info@simoesdeassis.com


aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.




Simões de Assis - Todos os direitos reservados 2020