Emanoel Alves de Araujo (Santo Amaro da Purificação, Bahia, 1940), é artista plástico, escultor, desenhista, ilustrador, figurinista, gravador, cenógrafo, pintor, curador e museólogo. Baiano, nasceu numa tradicional família de ourives. É na oficina do marceneiro e talhador Eufrásio Vargas que, ainda na puberdade, começa a desenvolver seus trabalhos e aprende a marcenaria.

Muito jovem, aos 13 anos, mergulha no universo gráfico como funcionário da Imprensa Oficial de sua cidade. Em 1959, realizou sua primeira exposição individual, ainda em sua terra natal. Mudou-se para Salvador na década de 1960 e ingressou na Escola de Belas Artes da Bahia (UFBA), onde estudou gravura. 

A partir de 1971, realiza obras abstratas, compostas por formas geométricas conjugadas. O artista gradualmente aproxima-se das vertentes construtivas, reduzindo as figuras a estruturas primárias. Desenvolve trabalhos que contêm segmentos ondulados de outras gravuras, colados sobre o plano de uma gravura maior, de maneira a produzir cortes, interferências e justaposições no plano. Essas peças já apontam seu interesse pelo tridimensional. Interessado na reestruturação do universo da arte e da cultura afro-brasileira, enfatiza em suas gravuras, relevos e esculturas as formas e volumes geométricos aliados a contrastes acirrados, ângulos marcados e cores fortes. 

Expôs em diversas galerias e mostras nacionais e internacionais, somando cerca de 50 exposições individuais e mais de 150 coletivas. Foi premiado com medalha de ouro na 3ª Bienal Gráfica de Florença, Itália, em 1972. No ano seguinte, recebeu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de melhor gravador, e, em 1983, o de melhor escultor. Foi diretor do Museu de Arte da Bahia entre 1981 e 1983, além de ter lecionado artes gráficas e escultura no Arts College, na The City University of New York (1988). 

Foi diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo (1992-2002) e fundador do Museu Afro Brasil (2004), onde atua como Diretor Curador. Em 2005, exerceu o cargo de Secretário Municipal de Cultura. Em 2007, foi homenageado pelo Instituto Tomie Ohtake com a exposição “Autobiografia do Gesto”, que reuniu 45 anos de produção do artista. Em 2018, ano dedicado às histórias afro atlânticas no Museu de Arte de São Paulo (MASP), o museu apresentou uma exposição dedicada à obra de Emanoel Araújo, nomeada por “A Ancestralidade dos Símbolos: África-Brasil”, além das duas individuais no MASP que permearam a sua carreira, a primeira em 1981 e a segunda em 1987 “Esculturas em Grandes Formatos”. E atualmente, Araújo continua produzindo em seu ateliê, dirigindo o MuseuAfro e curando importantes mostras ligadas à imagem e cultura do negro e do índio no Brasil.

ler mais >

 

Relevo, 2020

madeira e pintura automotiva

110 x 100 x 20 cm

Sem título, 2020

madeira pintada

160 x 110 x 16 cm

Navio, 2021

madeira, tinta automotiva e parafusos

220 x 60 x 24 cm

Natureza Morta, 2021

madeira, pintura automotiva e bronze

225 x 58 x 15 cm

Totem, 2015

madeira pintada

220 x 35 x 17 cm

Totem ângulos vazados, 2015

madeira pintada

225 x 50 x 35 cm

Pendente Vermelho, 2017

madeira policromada e metal

115 x 160 x 21 cm

Sem Título, 1986

acrílica sobre madeira

170 x 260 x 20 cm

Relevo, 2020

madeira pintada

80 x 220 cm

Relevo, 2020

madeira pintada

160 x 110 cm

Templo de Oxalá, 2009

madeira pintada

220 x 60 x 20 cm

Oxalá, 2007

madeira pintada

220 x 60 x 20 cm

Exu, 2011

madeira policromada e cristal

221 x 80 x 20 cm

Iemanjá, 2007

madeira pintada, miçanga e cristal

220 x 60 x 20 cm

Iemanjá, 2007

madeira pintada, miçanga, cristal

70 x 50 cm

Navio IV, 2007

madeira policromada e pregos

221 x 48 x 23 cm

Biografia

 
1940
Nasceu em Santo Amaro da Purificação, Bahia, Brasil
Vive e trabalha em São Paulo, Brasil
 
Exposições Individuais
2021
Cosmogonia dos Símbolos, Simões de Assis, São Paulo
Construção Simbólica, Simões de Assis, São Paulo
2018
A Ancestralidade dos Símbolos: África-Brasil, MASP – Museu de Arte de São Paulo, Brasil
2011
Geometria do Medo, Galeria Paulo Darzé, Bahia, Brasil
2010
Autobiografia do gesto/ Cosmogonia dos Símbolos – Retrospectiva de 1960 a 2010, Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro, Brasil
2007
Autobiografia do Gesto, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil
Autobiografia do Gesto, MON-Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
2005
Relevos e Esculturas, Galeria Murilo de Castro, Belo Horizonte, Brasil
Tribute to Louise e Outros Relevos, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil
2000
Emanoel Araujo Relevos, Galeria Amparo 60, Recife, Brasil
1996
Esculturas e Relevos, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil
1993
Museu Banespa, São Paulo, Brasil
Club Transatlântico, São Paulo, Brasil
1992
Gravadores Baianos, Galeria ACBE, Salvador, Brasil
1991
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal
1990
30 anos, Galeria Skultura, São Paulo, Brasil
NR Galeria de Arte, Salvador, Brasil
1989
Manhanttan East Gallery of Fine Arts, Nova York, EUA
1988
G.R.N. Namdi Galleryes Inc. Detroit, EUA
1987
MASP - Museu de Arte de São Paulo, Brasil
Galeria Skultura, São Paulo, Brasil
1986
Galeria Cesar Achê, Rio de Janeiro, Brasil
1985
Escritório de Arte da Bahia, Salvador, Brasil
1984
Galeria Cessar Achê, Rio de Janeiro, Brasil
1983
Galeria Skultura, São Paulo, Brasil
1981
MASP - Museu de Arte de São Paulo, Brasil
1980
Gravura Brasileira, Galeria Guignard, Porto Alegre, Brasil
1979
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
Galeria Cristina Faria de Paula, São Paulo, Brasil
Museu de Arte da Bahia, Salvador, Brasil
Galeria Pousada do Carmo, Salvador, Brasil
1978
Caixa Econômica Federal, São Luiz do Maranhão, Brasil
1977
Galeria IAB, Porto Alegre, Brasil
Galeria Oscar Seráphico, Brasília, Brasil
1976
Galeria Arte Aplicada, São Paulo, Brasil
Galeria Arte Memória, Belo Horizonte, Brasil
1975
Brasilian American Cultural Institute, Washington DC, EUA
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
1973
Galeria Oscar Seráphico, Brasília, Brasil
1972
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
1970
Galeria Documenta, São Paulo, Brasil
1969
Galeria Guignard, Belo Horizonte, Brasil
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
1968
Museu de Arte da Bahia, Salvador, Brasil
1967
Hakusuisha Gallery, Osaka, Japão
Galeria Guignard, Belo Horizonte, Brasil
1966
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
1965
Galeria Bonino, Rio de Janeiro, Brasil
Galeria Astréia, São Paulo, Brasil
Galeria Querino, Salvador, Brasil
1964
Galeria USIS, Salvador, Brasil
1963
Galeria Aremar, Campinas, Brasil
1962
Galeria Macunaíma, Rio de Janeiro, Brasil
II Festival de Arte Universitária, Belo Horizonte, Brasil
1961
Biblioteca Pública de Salvador, Brasil
1960
Colégio Estadual da Bahia, Brasil
1959
Santo Amaro da Purificação, Bahia, Brasil
 
Exposições Coletivas
2020
Leonardo Finotti: Arquitetura da Forma, Simões de Assis, São Paulo, Brasil
Arte em Campo, Estádio do Pacaembu, São Paulo, Brasil
1999
Galeria Nara Roesler, Paris, França
1998
Arte Salvador 450 Anos, Maria Adair, Salvador, Brasil
1997
Sampa Visila La, Gallery Hours, EUA
1996
At The Foreground of Paths, Nova York, EUA
1995
Escultura-litogravura – Comemoração aos 442 anos da Cidade de São Bernardo do Campo, Teatro Cacilda Becker, Brasil
1993
450 Anos da Chegada dos Portugueses no Japão, Museu de Arte Brasileira FAAP, São Paulo, Brasil
Candelária Urgente, Chamada Geral, São Paulo, Brasil
Aviação e Arte, São Paulo, Brasil
Artistas Brasileiros na Criação do Incer, Fundação Bienal de São Paulo, Brasil
1992
A Casa do Bahiano, Zurique
1990
Introspectives, The Bronx of the Arts, Nova York, EUA
50 Anos de Securit - Quatro Artistas, Museu de Imagem e do Som, São Paulo e Rio de Janeiro, Brasil
1988
Uptown/Downtown, Gallery Art 54, Nova York, EUA
A Mão Afro Brasileira, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil
Introspectives – Contemporary Art by Americans and Brasilians of African Descent, The California Afro American Museum, Los Angeles, EUA
Faculty 1, The Leonard Davis Center, Departament of Art City College of New York, EUA
1985
Panorama - Destaque da Arte Contemporânea Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
1984
Tradição e Ruptura, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil
Arte Asiática, Tóquio, Japão
1981
Gravadores Contemporâneos do Brasil, Estoril, Portugal
Panorama da Escultura Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
1980
Gravura Arte Maior, Museu Carlos Costa Pinto, Salvador, Brasil
Gravadores Contemporâneos do Brasil, Buenos Aires, Argentina
II Artistas da Bahia, Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, Brasil
Bienal Internacional de Krakóvia, Polônia
1978
Panorama da Escultura Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil
The original and its Reproduction, Philadelphia, Pennsylvania, Washington DC, EUA
1977
IV Salão Nacional de Artes Plásticas, Caixego, Goiás, Brasil
Festival de Arte e Cultura Negra, Lagos, Nigéria
Panorama da Arte Atual Brasileira, São Paulo, Brasil
Visão da Terra, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
Arte Atual de Iberoamerica, Madri, Espanha
1976
Arte Aplicada, Museu de Arte de São Paulo, Brasil
XIII Bienal Internacional de São Paulo, Sala Brasilia, Brasil
1975
VI Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
Art Graphique Brésilien, Museu Galliera, Paris, França
1974
Arte Gráfica Brasilenõ de Hoy, exposição itinerante, Madri, Paris, Lisboa, Buxelas
III Bienal de San Juan Del Grabado, Porto Rico, San Juan, EUA
1973
Gallery 119, Tel Aviv, Israel
1972
III Bienal de Gráfica de Firenze, Itália
1971
Panorama de Arte Atual Brasileira, Museu de Arte Moderna São Paulo, Brasil
1970
Brasilianische Tage, Ingelheim am Rheim, Alemanha
XIX Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
II Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
1969
I Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
XVIII Salão Nacional de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Brasil
II Exposição da Jovem Arte Contemporânea de Porto Alegre, Brasil
III Salão de Ouro Preto, Brasil
IV Festival de Arte de Ouro Preto, Brasil
1968
IV Salão de Arte Moderna do Distrito Federal, Brasil
XXII Salão Municipal de Belas Artes, Museu de Arte Moderna, Rio Janeiro, Brasil
XVI Salão de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
II Salão Esso de Artistas Jovens, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
XVII Salão Nacional do Rio de Janeiro, Brasil
II Bienal Latino Americana do Chile, Santiago
II Exposição da Jovem Arte Contemporânea, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, Brasil
1967
XI Bienal de São Paulo, Brasil
II Salão de Arte Contemporânea de São Paulo, Campinas, Brasil
II Salão de Arte Moderna do Espirito Santo, Vitória, Brasil
II Exposição de Jovem Gravura Nacional, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
1966
II Exposição da Jovem Gravura Nacional, MAC-Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
1965
Gravadores Contemporâneos do Brasil, Casa La Paz, Cidade do México
XVI Salão do Rio de Janeiro, Brasil
1964
XII Salão Paulista de Arte Moderna, Galeria Prestes Maia, São Paulo, Brasil
I Exposição da Jovem Gravura Nacional, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, exposição itinerante, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Belo Horizonte, Blumenau, Brasil
1963
II Concurso Latino Americano de Gravura
Casa de Las Americas, La Habana, Cuba
XII Salão Paulista de Arte Moderna, Galeria Preste Maia, São Paulo, Brasil
 
Coleções
Museu de Arte da Bahia, Salvador, Brasil
Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil
Fundação Rockfeller, Nova Yok, EUA
Museu Austin, Texas, EUA
Museu de Arte Moderna de Firenze, Itália
County Museu, Los Angeles, EUA
Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
Museu de Sidney, Austrália
Universidade Kansai, Japão
MASP - Museu de Arte São Paulo, Brasil
Museu de Arte de Brasília, Brasil
Palácio do Itamarty, Brasília, Brasil
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil
Museu Brennand, Pernambuco, Brasil
Museu de Pernambuco, Brasil
Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil
Museu Afro Brasil, São Paulo, Brasil

São Paulo

rua sarandi 113 A jardins
01414-010 são paulo sp

+55 11 3062-8980

info@simoesdeassis.com


aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.



Curitiba

al. carlos de carvalho 2173 A batel
80730-200 curitiba pr

+55 41 3232-2315

info@simoesdeassis.com


aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.




Simões de Assis - Todos os direitos reservados 2020